Biblioteca

Biblioteca

Sistema Integrado de Bibliotecas

Biblioteca Átila Almeida promove evento sobre desdobramentos da escravidão no Brasil

8 de maio de 2018

A Coordenadoria de Bibliotecas, através da Biblioteca de Obras Raras Átila de Almeida da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), realiza no dia 18 de maio, às 14h, o evento “Diálogos sobre os desdobramentos da escravidão no Brasil: práticas culturais e currículo escolar”, que terá sua atividade desenvolvida no Auditório da Biblioteca Central, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande.

O tema será debatido através de palestras que serão conduzidas pela professora Patrícia Cristina de Aragão Araújo (UEPB) e pela doutoranda em Ciências Sociais, Vanessa Emanuelle de Souza. O evento conta, ainda, com a participação do cordelista Josenildo Maria de Lima.

Professora Patrícia tratará de questões relacionadas ao “Legado da história e cultura afro-brasileira no currículo escolar” e, em seguida, a pesquisadora Vanessa versará sobre “O impacto da escravidão: um estudo de caso em uma comunidade quilombola paraibana”.

O evento faz parte do projeto intitulado “Obra do Mês”, da Biblioteca de Obras Raras Átila de Almeida, que seleciona e apresenta mensalmente ao público, desde setembro de 2017, um livro, revista, vinil, cordel, fotografia, pintura e outros itens que pertencem à biblioteca, no intuito de ampliar o campo de investigação de pesquisadores da Instituição e facilitar o acesso e o conhecimento às obras raras que compõem seu acervo.

Para este mês de maio, foi escolhido o livro “Classificação dos escravos para serem libertados pelo fundo de emancipação de Campina Grande (1876)”, para, a partir da temática, refletir como a escravidão no Brasil deixou profundas marcas históricas, culturais, sociais e políticas na representação e visibilidade dos negros no país, bem como vislumbrar a proximidade do dia 13 de maio, quando se completa 130 anos da assinatura da Lei Áurea, documento oficial de libertação dos escravos no Brasil.

O evento é gratuito e aberto à comunidade. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3315-3377.